Mundo Cão

Foram encontrados 18 resultados na busca por "abuso sexual"
Página 1 de 2 página(s) / Mostrando de 1-10 resultado(s)

   

Traficante estupra e mata sobrinho de 9 anos para se vingar do irmão

Uma vingança contra irmão teria sido o motivo para um tio ter estuprado e matado o sobrinho de 9 anos em Rio Bonito, na baixada litorânea do Rio. Marcelo da Conceição, que também é suspeito de integrar o tráfico de drogas na região, está foragido.

Segundo o delegado Paulo Henrique Pinto, responsável pelo caso, Marcelo foi preso duas vezes por tráfico de drogas. Ele teria prometido vingança à família, que não o visitava na cadeia.

— Quando Marcelo da Conceição esteve preso, o pai da criança, que é irmão do autor, não foi visitá-lo e ele jurou vingança. Quando foi liberado, acredito que, por medo, resolveu praticar a vingança contra a criança.

O corpo do menino foi encontrado seminu com sinais de abuso sexual na tarde de quarta-feira (3). Um menor de 14 anos também foi apontado como suspeito do crime e apreendido pela polícia. Ele afirmou, em depoimento, ter torturado e causado a morte do menino a pedradas. Além disso, ele disse que Marcelo seria membro de uma perigosa quadrilha de traficantes de drogas.

Pedro Lucas Barreto da Conceição foi enterrado na tarde de quinta-feira (4). De acordo com informações da Delegacia de Rio Bonito (119ª DP), policiais foram até a casa de Marcelo em Itaboraí, local onde ele reside, mas não o encontraram.

Na noite de quinta-feira (4), Marcelo teria começado a ameaçar os pais da criança, que tiveram de sumir por causa do medo. Foi realizado um registro de ameaça na delegacia.

A Polícia pede que qualquer notícia sobre o paradeiro de Marcelo seja informada ao Disque Denúncia, pelo número 2253-1177.

Palavras-chave: violência

hora do post 12h22min » Comentar » Comentários (0)

Homem é preso depois de estuprar a mãe de 75 anos

Homem é preso depois de estuprar a mãe de 75 anos Reprodução Diário do Nordeste

Um homem foi preso em flagrante acusado de estuprar a mãe, uma idosa de 75 anos. O caso, conforme a Polícia, ocorreu por volta das 17 horas da última quarta-feira, no Município de Assaré (501Km de Fortaleza).

De acordo com a Polícia, mãe e filho estavam ingerindo bebida alcoólica em casa, quando Cícero dos Santos Soares, 38, molestou a própria mãe. Policiais descobriram que o abuso sexual do filho era uma prática recorrente.

A vítima registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra Cícero, que confessou o crime. Segundo o sargento Araújo, da delegacia de Polícia Civil da cidade, o caso será encaminhado à Justiça. O acusado foi autuado por estupro e a mãe levada ao Núcleo da Pefoce de Juazeiro do Norte para ser submetida a exame de corpo de delito.

Diário do Nordeste

Palavras-chave: abuso , estupro

hora do post 06h52min » Comentar » Comentários (0)

Avô é preso suspeito de abusar de neto de dois anos

Um homem de 57 anos foi preso no final da manhã deste domingo (13), no bairro Três Poderes, em Cuiabá, acusado de abusar sexualmente do próprio neto, um menino de dois anos.

Segundo boletim de ocorrência, A.M.S., de 47 anos, foi preso após o menino relatar para o pai os supostos abusos sofridos. O pai e o suspeito, que moram na mesma casa, discutiram e a Polícia Militar foi acionada.

Levado até a Policlínica do CPA, médicos plantonistas teriam confirmado o abuso sexual da criança.

O suspeito foi levado até o Plantão Metropolitano da Capital, onde o pai reafirmou o abuso. O avô foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável.

Aos policiais, o suspeito negou qualquer violência contra o neto.

Fonte: Mídia News

Palavras-chave: abuso , estupro

hora do post 12h23min » Comentar » Comentários (0)

Comerciante é preso após engravidar menina de 13 anos e transmitir HIV

Duas irmãs de 12 e 13 anos acusam um comerciante de 50 anos de ter abusado sexualmente delas em Porto Seguro. Após o abuso, a mais velha acabou engravidando e ainda contraiu o vírus HIV, segundo a polícia. A prisão foi decretada na sexta-feira (14), no trabalho dele, em cumprimento a um mandado judicial.

A doença da menina foi descoberta na última quinta-feira (13), quando a vítima deuz a luz. Depois do resultado positivo no exame de sangue da garota, o pai do bebê também foi submetido ao teste rápido do vírus da imunodeficiência adquirida e o resultado também deu positivo.

A irmã da vítima, de 12 anos, confessou ao pai que também sofreu abuso sexual por parte do suspeito, mas, neste caso, disse que não ocorreu a penetração, o que tem descartado a possibilidade de infecção direta, segundo a polícia.

Dentro da casa do suspeito, foram encontrados preservativos, filmes pornográfico, um punhal e um revólver. Ele está detido na carceragem da 1ª delegacia da cidade e, na segunda-feira (17), vai ser encaminhado ao presídio.

Palavras-chave: abuso , violencia

hora do post 07h34min » Comentar » Comentários (0)

Comerciante de 58 anos é suspeito de estuprar menina de 10 anos

Policiais militares prenderam o comerciante J. G. S. de 58 anos, acusado de estuprar uma menina de 10 anos, em Várzea Grande.

A menina teria recebido dinheiro em troca - a quantia não foi revelada. A prisão ocorreu no fim da tarde de segunda-feira (26), no bairro Altos da Boa Vista, região do Parque do Lago.

O abuso sexual teria ocorrido no domingo (25), dentro da casa do comerciante, nos fundos de um mercadinho de sua propriedadee, e também na manhã de segunda-feira, quando a vítima foi comprar sorvete.

Ontem, na Escola Estadual José Mendes Martins, onde estuda, a garota estava com R$ 62, o que chamou a atenção da diretora da escola.

A menina disse que recebera o dinheiro dos pais e a diretora, então, disse que iria ligar para a mãe dela para confirmar.

“A menina disse que não era para ligar pra mãe e que contaria tudo o que aconteceu. Aí, ela contou que foi estuprada duas vezes pelo comerciante”, relatou a diretora, que avisou os pais. Eles acionaram a Polícia Militar.

O crime
Conforme a menina, no domingo, ela passou no mercadinho para comprar sorvete e o comerciante a levou para a casa, onde abusou dela.

Na segunda de manhã, ela voltou ao mercadinho e o comerciante a estuprou novamente. Depois, ele deu dinheiro à garota e a ameaçou, caso contasse para alguém.

“Não falei nada para minha mãe porque ele (o comerciante) me ameaçou e ameaçou toda a minha família”, disse a menina, segundo a PM.

Na Central de Flagrantes, o comerciante negou que tenha abusado sexualmente da menina. Disse que a única relação que teve com ela foi de comerciante e cliente.

Autuado em flagrante por estupro de vulnerável, o comerciante será encaminhado para a Cadeia Pública do Capão Grande, onde ficará à disposição da Justiça.

Midia News

Palavras-chave: abuso , estupro

hora do post 08h25min » Comentar » Comentários (0)

Casal orientava filhas de de 10, 7, 5, 3 e 2 anos a ficar com idoso de 85 anos em troca de comida

Um caso absurdo de maus tratos e abuso sexual de crianças foi denunciado à Polícia Judiciária Civil. Na manhã desta terça-feira, 13, a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso, de Várzea Grande, prendeu um casal e um idoso acusados de estupro de vulnerável. Em cumprimento de mandado de prisão temporária foram presos o casal Aurenira Santos de Souza, 25, e Ademilson Celestino Martins, 43 e o idoso Benedito Leopoldino de Campos, de 85 anos. As prisões foram efetuadas no bairro São Simão, no município. Os três vão responder por estupro de vulnerável.
 
No dia 6 de novembro deste ano, a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso, do município de Várzea Grande, recebeu uma carta anônima entregue ao Conselho Tutelar que informava que cinco crianças, todas irmãs com idades de 10, 7, 5, 3 e 2 anos, sendo 4 meninas e 1 menino, moradoras do bairro São Simão estavam constantemente sofrendo maus tratos e abusos. As cinco crianças são filhas biológica da mulher e duas, de 3 e 2 anos, nasceram do casal.
 
Ao iniciar investigação, a Policia Civil confirmou a denúncia e descobriu que o casal orientava as crianças, principalmente as 3 mais velhas, a irem até a casa do idoso onde sofriam abusos sexuais em troca de comida. A Delegacia apurou que a meninas de 10 e 7 anos eram a mais vulnerável, por sofrerem ainda maus tratos da mãe e do padrasto.
 
Conforme a Delegacia da Mulher, a criança de 10 anos era apontada pelas coleguinhas de namorada do idoso, pois constantemente dormia na caso do vizinho. Sua irmã de 7 anos, tem grave problema de lábio leporino e por isso não teria sido abusada sexualmente pelo idoso, mas frequentava a casa dele.
 
As crianças contaram que apanhavam muito do padrasto, que chegou a deixar as duas irmãs de 10 e 7 anos trancadas dentro da própria casa com o idoso. “É um caso absurdo de abandono, onde a mãe é participe de toda essa situação”, afirma a delegada Daniela Maidel, que preside o inquérito policial.
 
A delegada informou que as crianças estão abrigadas e recebendo cuidados médicos. “Nosso objetivo agora é ouvir testemunhas para identificar se há mais vítimas desse idoso”, concluiu a delegada.
 
As informações são da Secretaria de Justiça e Segurança Pública.

Palavras-chave: abuso

hora do post 06h18min » Comentar » Comentários (0)

Seis garotos estupram menina de 14 anos no fundo de igreja

A cidade de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá) está chocada com um crime de violência sexual acontecido na última seguna-feira (27).

De acordo com informações da polícia local, uma garota de 14 anos caminhava em direção à casa de uma amiga, por volta das 20 horas e ao passar em frente à praça da igreja Rosa Mística, foi abordada e arrastada para os fundos do pavilhãõ de festas e estuprada por 6 garotos com idades entre 15 e 16 anos. Um sétimo teria assistido toda a violência sexual.

Populares ouviram os gritos da adolescente e chamaram a polícia que ao chegar ao local provocou a fuga dos garotos. De acordo com os policiais, a menina informou  que conhece os agressores. Alguns seriam colegas de sala de aula e outros, apenas conhecidos de vista.

De acordo com delegado Marcelo Torhacs, os resultados dos exames confirmaram o abuso sexual. No início da tarde, os adolescentes foram detidos e levados para a Delegacia Municipal.

Como se trata de crime considerado hediondo, o delegado deverá solicitar o internamento dos menores infratores.

Menina de 1 ano é sequestrada, estuprada e deixada nua em mata

A menina de um ano e meio que foi encontrada em uma mata no Parque Cascavel, em Goiânia, após ter sido abusada sexualmente, deixou o Hospital Materno Infantil (HMI) por volta das 10 horas desta quarta-feira (22). A alta médica já havia sido dada na terça-feira (21). Ela foi raptada enquanto dormia na cama com a avó e a mãe, no Setor Jardim Atlântico, no último domingo (19). A polícia ainda não tem um suspeito para o crime.

De acordo com os médicos, a menina passa bem e está tomando remédio para aliviar as dores e melhorar a cicatrização. Segundo o diretor geral do Hospital Materno Infantil, Francisco Azeredo, ela não precisou passar por cirurgia e deve continuar o tratamento em casa.

A menina e a mãe, uma jovem de 16 anos, foram encaminhadas para o Centro de Valorização da Mulher (Cevam), na capital.

Abuso sexual
A menina foi encontrada horas depois de ter sido retirada de casa. Ela estava sem roupas próximo à mata no Parque Cascavel. Um homem que fazia caminhada a encontrou e acionou a Guarda Municipal.

Exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) comprovaram o abuso sexual. A polícia investiga se há relação deste caso com outro parecido que ocorreu no mesmo setor, no mês passado, quando uma criança de 6 anos também foi abusada. Neste primeiro caso, a vítima mora a cerca de um quilômetro da casa onde a criança de 1 ano e 6 meses foi raptada.

G1 GO, com informações da TV Anhanguera

Palavras-chave: abuso , violencia , estupro

hora do post 01h55min » Comentar » Comentários (1)

Por ciúmes do companheiro avó inventa estupro do neto e pedreiro acaba preso

A acusação de estupro de vulnerável contra o pedreiro Antônio Joaquim de Moraes, de 33 anos, pode ter sido uma farsa montada pela companheira dele, que é avó do menino de 8 anos, suposta vítima. O acusado já está na Penitenciária Central do Estado e familiares tentam contratar um advogado ou mesmo pedir ajuda à Defensoria do Estado para conseguir a liberdade de Antônio.

Ele foi preso na segunda-feira (23) após a avó do menino contar à mãe dele que na madrugada, flagrou o pedreiro pelado, se masturbando e abraçado ao menino que dormia no sofá. O garoto estava vestido.

Na noite desta terça-feira, a mãe da suposta vítima procurou o Plantão Metropolitano para saber o que tinha ocorrido com o pedreiro, pois queriam retirar a queixa de violência sexual.

“Ele (o pedreiro) foi autuado por estupro de vulnerável e foi levado para a Penitenciária Central do Estado”, respondeu um agente prisional plantonista.

Conforme o agente, a mãe do menino descobriu que a avó do garoto havia inventado a história porque sentiu ciúmes dele. Não demorou muito veio a avó para confirmar que mentiu. “Então, explicamos que um flagrante não se desfaz e orientamos a procurar um advogado ou a defensoria para tomar as providências”, explicou.

Desde que foi preso, o pedreiro alegou inocência. Disse que foi tudo inventado por sua companheira. Ele tentou fugir quando era levado da sala do escrivão para a cela, mas acabou capturado.

Para ver o companheiro preso, a avó do menino sustentou aos policiais que desconfiou da má intenção do companheiro durante a madrugada. Ela relatou que o pedreiro pegou um colchão de solteiro e foi se deitar na sala, ao lado do menino. Durante a madrugada ela ouviu um barulho e ao verificar o que estava acontecendo, flagrou o abuso sexual. Os policiais disseram que a avó poderá responder inquérito pelo crime de falsa notícia crime.

A delegada Alexandra Fachonne, titular da Delegacia da Infância e Juventude (Deddica), disse que “não é bem assim”. Ela explicou que terá 10 dias para concluir o flagrante. Nesse tempo deverá ouvir novamente a avó, a mãe e o menino, além do próprio acusado.

Fachonne acredita que somente com um trabalho dos psicólogos da Deddica é que poderá esclarecer o caso.

Fonte: Diário de Cuiabá

Palavras-chave: abuso , violencia

hora do post 04h11min » Comentar » Comentários (0)

Garoto de 9 anos é estuprado e depois degolado em ritual macabro

Garoto de 9 anos  é estuprado e depois degolado em ritual  macabro Foto ilustrativa

O menino Flanio da Silva Macedo, anos, cujo corpo foi encontrado na terça-feira na zona rural do distrito de São Domingos, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste, foi morto num ritual macabro e cruel. O crime foi praticado por um grupo de cinco pessoas, sendo que um é pai de santo, num processo chamado por eles de ritual de retorno. De acordo com a polícia, Flanio sofreu violência sexual por cerca de 20 minutos antes de morrer. No ritual, o menino teve o pescoço apertado por um torniquete de madeira até a cabeça se separar do corpo.

Os acusados pelo crime são o casal Genival Rafael da Costa, 62, e Maria Edleuza da Silva, 51, que estão presos. Outros dois homens foram detidos no início da noite desta quarta-feira, mas negam participação na barbárie. O pai de santo, que seria o mandante do crime, ainda está foragido. Segundo o delegado responsável pelo caso, Antônio Dutra, o casal, que também morava em São Domingos, ficou com medo de ser descoberto e linchado pela população e se entregou no posto policial do distrito.

“Eles contaram que receberam R$ 400 do pai de santo para pegar o menino e participar do ritual de retorno. O menino foi morto com um torniquete feito com corda e madeira, que foi apertado até a cabeça se separar do corpo. Antes disso, o Genival e o pai de santo se revezaram no abuso sexual da criança”, detalhou Antonio Dutra. Segundo ele, os outros dois homens acompanharam o crime, mas não participaram dos abusos.

O Caso

 Aproximadamente 5 mil pessoas se reuniram no local frente à delegacia da cidade, na tentativa de invadir a unidade e linchar os suspeitos. Uma residência, que segundo populares é de um dos criminosos, foi invadida e destruída.

O corpo do menino foi encontrado na tarde da terça-feira (10). Ele estava com a cabeça decepada, mãos e pés amarrados e tinha sinais de estupro. Flanio estava desaparecido desde o dia 1º de julho. Ele saiu para fazer frete e não retornou à residência.

jconline.ne10.uol.com.br

Palavras-chave: abuso , ritual , magia negra

hora do post 06h04min » Comentar » Comentários (0)

Publicidade